Details

  • Last Online: 1 day ago
  • Gender: Female
  • Location: Brasil
  • Total Edits: 0 LV0
  • Birthday: April 13
  • Roles:
  • Join Date: August 26, 2014

MissieAlice

Brasil

MissieAlice

Brasil
Dropped 8/10
Coffee & Vanilla
2 people found this review helpful
Sep 17, 2019
8 of 10 episodes seen
Dropped 0
Overall 2.0
Story 2.0
Acting/Cast 4.0
Music 5.0
Rewatch Value 1.0
Só quero passar a ideia pra quem está pensando em assistir. Se fizerem questão, ok, mas saibam que é uma trama meio tóxica. Tem um cara sendo escroto/abusivo? Não, nada disso, ele é um príncipe. O problema é que a mocinha é intragável. Ela tem uma autoestima super baixa, vive se achando pouco suficiente pro boy, etc. A trama passa essa imagem de que a mulher tem que estar a altura de um cara incrível. Muitos mangas shoujos fazem isso, mostram o cara como o perfeito, quase um deus, e a menina é uma coisinha sem sal que deve se sentir super sortuda por ter chamado a atenção do boy deus. Péssimo.
Sorte que nem todas mangakas criam personagens femininas assim, tal como é bem interessante que os mocinhos também não sejam a perfeição em pessoa. Isso tá defasado, é irreal, chato e tóxico.
Mulheres também podem ser fortes e espetaculares nas tramas. Não só podem como devem. E mostrar que elas possuem amor próprio é essencial. Já se foi o tempo em que tramas que menosprezam a personagem feminina eram tidas como ok, hoje estamos mais espertas e sensatas, e tramas assim nos dão agonia, é desagradável de ver. A única coisa que "compensa" nesse drama é contemplar a beleza do Sakurada Dori, porque fora isso fica intragável. Não há boy lindo que nos faça aguentar. Recado tá dado.

Read More

Was this review helpful to you?
Completed
Suki na Hito ga Iru Koto
1 people found this review helpful
Oct 20, 2019
10 of 10 episodes seen
Completed 0
Overall 7.5
Story 7.5
Acting/Cast 7.5
Music 7.0
Rewatch Value 4.0
Algumas coisas meio que me irritavam. É a velha problemática de personagens que deveriam ter maturidade agindo feito adolescentes criados a leite com pera.
Mas tem pontos positivos sim, e o principal deles é o carisma do mocinho, que tem uma personalidade contida, mas terna. No começo achei que eu o acharia um típico boy cuzão abusivo tipo o de "playfull kiss", mas não foi nada disso, amém. Ele é realmente um protagonista cativante, de um jeito único, sem precisar de muito. Aliás, adoro a voz desse ator.
Já a mocinha vivia me irritando com a dificuldade de falar o que é importante, toda travada pra se expressar e tal, mas ok, dá pra achar isso engraçado as vezes e relevar.
Os outros dois irmãos são bem legais também, só não gostei de uma situação que forçaram na reta final, meio que arruinando toda uma imagem super admirável que temos de um deles.
Mas ok, serviu pra gerar uns conflitos legais entre o casal kkkkkk.
É isso, um drama leve e gostosinho de ver, a gente assiste até rápido. Recomendado pra quem tá querendo se distrair sem esperar muito, e então ter o coração aquecido em certos momentos.

Read More

Was this review helpful to you?
Completed
The Snow Queen
1 people found this review helpful
Nov 27, 2019
16 of 16 episodes seen
Completed 0
Overall 9.0
Story 10
Acting/Cast 10
Music 10
Rewatch Value 9.0
Um drama que a gente nunca mais esquece, e aprende muito com ele também. Lindíssimo.
Essa é uma história intensa, com reviravoltas, altos e baixos, um autêntico melodrama com tudo o que tem direito. Deve-se levar em conta que não dá pra assistir esperando uma trama dinâmica, onde as coisas vão acontecendo rápido. Aqui a história é contada de modo linear e bem narrado, e cada momento vai nos marcando ao ponto de algumas cenas ficarem na nossa memória mesmo depois de anos após assistir a série.
Pra ser honesta, é um dos meus dramas preferidos do gênero. Já assisti duas vezes.
As atuações estão ótimas, e eu acho que é o drama onde o Hyun Bin está mais bonito. Que homem, meu deus! kkkkkk. E a mocinha, então? Ela pode ser do tipo que não agrada logo de primeira porque ela foge do típico clichê de mocinha sonsa e benevolente. Tampouco é o clichê mocinho rico X mocinha pobre, neste drama a coisa se inverte. Aqui temos uma verdadeira rainha da neve, rica, bonita, elegante, com um temperamento um pouco difícil e um coração fechado escondendo seu lado doce e jeito fofo de ser. Não demora muito pra gente entender ela, e isso ocorre ao ponto de nos admirarmos mais com ela do que com o mocinho. Os dois são muito fortes e de início estão cheios de muros e barreiras ao redor de si mesmos, para se protegerem, mas, com o tempo e a convivência, ambos vão amolecendo e crescendo juntos, partilhando vários momentos lindos e românticos.
É muito bonito o desenvolvimento desse casal, tanto como casal quanto como personagens individuais.
Mas já fica aquele aviso: prepare a caixa de lenços. A trilha sonora é tão linda e marcante que mesmo hoje eu me emociono muito ao ouvir Echo do Loveholic.
Enfim, temos um drama e tanto! Desses que não saem da nossa cabeça quando terminamos de assistir. Também tiramos boas lições dele, é bem emocionante. Recomendo fortemente aos que gostam do gênero de romance e melodrama.

Read More

Was this review helpful to you?
Completed
The Bridal Mask
0 people found this review helpful
Nov 29, 2019
28 of 28 episodes seen
Completed 0
Overall 10
Story 10
Acting/Cast 10
Music 10
Rewatch Value 10
Sou totalmente apaixonada por essa série. Provavelmente minha preferida entre tantas. Parece exagero, e nem quero que essa minha colocação crie expectativas fortes em quem for assistir. Procurem ser neutros, sério. A surpresa é sempre melhor do que a decepção e, pra mim, a decepção passou muito longe daqui.
Quem já assistiu City Hunter, a série vai um pouco nesse estilo. Contudo, Gaksital é bem mais envolvente, intensa, e encantadora, na minha opinião. Eu particularmente gosto muito de séries ambientadas na Coreia durante a colonização japonesa. Você pode contemplar a riqueza dos detalhes que compõem esse período histórico, aquela coisa vintage que a gente ama. Vestimentas, arte, circo, literatura, dança e outros aspectos culturais. Ainda temos o deslumbre de espadachins talentosos dando um show, mas também temos as armas de fogo em ação. Tem telefone, tem cabaré, tem circo, tem hotéis, e o mais empolgante de tudo: revolução.
Joseon está sob o domínio de um poder tirano que oprime seu povo. Os japoneses estão no poder e o povo coreano está subjugado ao imperador de outra nação. É tenso. E quando pensamos num governo ditador, logo nos vem em mente a existência de pessoas do outro lado, lutando contra toda a opressão. Pois é isso que temos em Gaksital, que em suma se refere à uma máscara de noivado utilizada pelas em certo período histórico.
As personagens são incríveis, especialmente as masculinas centrais, cujos atores dão um baile de interpretação. Vemos uma história de amizade que a princípio é genuína, mas há uma reviravolta de tirar o nosso fôlego. Esse é um dos pontos que mais me impressionaram neste drama.
Eu lembro de ver pessoas comentarem sobre o quanto este drama foi bom para eles, porém foi tão intenso que os mesmos não se imaginavam assistindo este drama uma segunda vez. E bom, isso é verdade até certa vírgula. Acho que após uns dois ou três anos fica mais fácil dar um replay, como já fiz.
É intenso mesmo, um dos mais intensos que já vi. Mas é esperado, afinal, quando se fala em revolução histórica, temos sempre uma série de conflitos e cenas que nos deixam com o coração na boca. Você se preocupa com os protagonistas e demais personagens como se eles fossem da sua família kkkkkk.
Como se não bastasse toda a situação complicada logo de cara, a gente também tem um romance lindo e emocionante se desenvolvendo no meio de toda a turbulência. E se eu falar mais sobre isso posso acabar dando spoiler, mas o que posso dizer é que o casal é lindíssimo, a gente torce por eles o tempo todo, embora muitas vezes a gente perca o fôlego de nervosismo pelas situações perigosas que o nosso casal não consegue evitar. E a gente faz o quê? Bebe água.
Este drama também ganha ponto ao retratar com um pouco mais de realismo como o povo coreano sofreu na época da colonização japonesa. Você não será poupado de algumas coisas tensas e, mesmo assim, eu acho que o drama só pôde passar uma amostra do que de fato acontecia.
Mas lá estão nossos heróis fictícios dando tudo de si para libertarem o povo de Joseon, e a gente fica vibrando com isso o drama todo. É sensacional o quanto essa série mexe com nossas emoções. Eu poderia ficar horas e horas falando de Gaksital, mas nada será comparável a ver por si mesmo. Se você se encantou com as cenas do passado de Chicago Typewiriter, ou se você se encantou com Mr. Sunshine, ou com qualquer outra trama que tenha se ambientado ou feito referências a tal período histórico, Gaksital é uma boa sugestão. E se você nunca viu nada disso, mas curte histórias intensas onde se luta por justiça ou vingança com alguma dose de romance, eu igualmente recomendo muito.
Mas repito o que eu disse no começo. Apesar da minha resenha, sejam neutros quando forem assistir. Eu sou claramente muito suspeita pra falar de Gaksital, não se influenciem demais kkkkkkk. Se joguem na curiosidade.

Read More

Was this review helpful to you?
Completed
Go Ho's Starry Night
0 people found this review helpful
Nov 28, 2019
20 of 20 episodes seen
Completed 0
Overall 9.0
Story 9.0
Acting/Cast 9.0
Music 8.0
Rewatch Value 9.0
Por que tão curto? Sério, eu gostei taaaanto que, apesar de não ser assim tão curto para um web drama, eu terminei querendo muito mais.
Eu AMEI o desenrolar, os rapazes interessados na mocinha, e cada característica das personagens. Por sinal, o drama fala disso mesmo, de como cada um tem suas particularidades, e que possuem seus defeitos e qualidades. Cada pessoa tem seu valor, mesmo que a princípio não seja fácil notar.
O gerente Kang, o que dizer desse homem? Gamei nele do começo ao fim. Sério, ele tem o típico temperamento que me atraí em personagens masculinas, talvez um tanto tsundere e tal, age arrogante, superior, um monte de gente fala mal dele e o teme, mas também respeitam e reconhecem seu talento. Por trás dessa máscara ele é super amável, gentil, carinhoso, e é quem mais cuida da mocinha de modo sincero. ACHEI LINDO!
Por sinal, o entrosamento entre as personagens é muito natural e maduro. Não tem assuntos tabus reprimidos, fala-se sobre tudo de modo que a gente se identifica, soa mais humano e mais próximo de coisas que eu mesma, por exemplo, converso com amigas. Desde sexo, relacionamento, casamento, trabalho, relações familiares, expectativas com a carreira, tudo isso é abordado de um jeito bem natural.
A mocinha é hilária, direta, mas tímida, às vezes insegura, receosa, mas não deixa de ser atrevida e de ficar analisando o que ela tem no cardápio, porque por céus... ME DÁ UM POUCO DESSA ÁGUA, MULHER. A menina nasceu com o mel dos deuses, não é possível. Todos a querem, mas ela quase que não quer nenhum por razões que eu entendo (me identifiquei muito com os conflitos). Contudo, ela não é boba e acaba se encontrando, percebendo o que sente e escolhendo o cara certo.
A mensagem final é pura e muito verdadeira, é fácil de sentir na pele, de se identificar. Eu mesma já passei por desilusões e sofri muito, mas com o tempo fui percebendo que nada foi por acaso. A gente aprende a guardar as boas lembranças, desapegando do passado e nos permitindo criar lembranças ainda mais belas.
Olha, tudo isso para um web drama! Foi uma surpresa muito agradável mesmo. Eu amei e recomendo. Se eu pudesse dizer algum contra, seria sobre algumas situações que considero erradas/abusivas pelas quais as personagens passam no trabalho, mas ao menos é mostrado de um modo que a gente sente que tá errado e se incomoda. Bom, cada um pode tirar sua própria interpretação disso.
A Yuri foi outra surpresa pra mim. Ela foi muito bem. É espontânea, engraçada e linda.
Enfim, uma pena ser tão curto, mas vai saber, né? Às vezes se alongar, estraga. Tá ótimo do jeitinho curto e delicado que é (mas eu amaria uma continuação, não nego kkkkkk). Adorei e recomendo, especialmente pra quem curte o gênero. E fica um ponto a mais de recomendação pra quem já passou por desilusões amorosas, este drama pode te ajudar.

Read More

Was this review helpful to you?
Completed
Kleun Cheewit
0 people found this review helpful
Nov 28, 2019
15 of 15 episodes seen
Completed 0
Overall 8.5
Story 9.0
Acting/Cast 9.0
Music 6.5
Rewatch Value 6.0
Um drama excelente, apesar do estilo drama mexicano. Mas até esse ponto eu acho legal. O que mais me agradou foi, sem sombras de dúvidas, a mocinha. Ela diverge do tipo de mocinha que estamos acostumados, e eu me apaixonei por isso. É afrontosa, belíssima, tem fama e dinheiro, mas muito mérito nisso. Ela não é nada esnobe (pelo contrário), tem um coração muito amável e generoso, mas também sofre por não se sentir realmente amada por ninguém (e nessa hora a empatia pega forte na gente). Enfim, ela é espetacular, rouba a cena, e COMOVE MUITO. Cada vez que eu vi essa menina chorando, mesmo por motivos menores, eu tinha vontade de chorar junto, e muitas dessas vezes acabei chorando mesmo. A atriz é uma das melhores que já vi no meio da indústria de dramas asiáticos. E como se não bastasse, ela é MUITO LINDA, que mulher linda, meu senhor. Eu fiquei basicamente o drama todo babando nela kkkkkk.
De começo, a trama me fez lembrar de um clássico k-drama, Secret, que também é um drama muito lindo e recomendável. Essa trama de vingança precipitada e mal entendida também está presente em Secret. Fica a forte sugestão pra quem gostou deste lakorn.
Eu realmente amei quase tudo aqui. A interação entre as personagens é bem sensível e linda, você sente a emoção das personagens, fica uma coisa nítida, especialmente entre os protagonistas. A relação conturbada da mocinha com a mãe me pegou bonito (acho que chorei umas duas vezes por causa delas kkkkk).
Confesso que algumas cenas são arrastadas demais, e quando eu não via muita importância ali, eu avançava um pouco o play. Isso acontecia muito nas cenas entre os casais secundários, que são dois, e devo dizer que também não gostei muito deles. A Piak ganha o meu troféu de mulher insuportável e doente (sim, o ciúme que ela sente é doentio, caso de tratamento, e senti falta de alguma menção disso na trama, sei lá).
Eu não dou mais nota por alguns motivos e coisas que deixaram a desejar, mas, de uma forma geral, eu amei muito e consegui maratonar mesmo os capítulos sendo muito longos (1h45 mais ou menos). Super recomendo.
Só pela mocinha, já vale a pena. Sou toda derretida e apaixonada pela Yaya.

Read More

Was this review helpful to you?
Completed
Bring It On, Ghost
0 people found this review helpful
Nov 28, 2019
16 of 16 episodes seen
Completed 0
Overall 9.0
Story 10
Acting/Cast 9.0
Music 8.0
Rewatch Value 9.0
Esse drama me surpreendeu, sério. A verdade é que o que mais nos encanta nele é o casal. Eles são MUITO fofos juntos, o modo como Bong Pal cuida dela é tão lindo, e a Hye Ji é mesmo muito linda e meiga. Os dois juntos são uma dupla super fácil de shippar, um casal fofo que te conquista logo de cara. Nada a reclamar das atuações. Kim So Hyun é nossa deusa-princesa super talentosa, linda, meiga, eu ficaria horas elogiando essa atriz tão novinha e já tão notável. Já o Taecyeon, bom, eu nunca tinha reparado muito nele, mas neste drama acabei me redimindo. Ele se saiu super bem, é um fofo, sorriso lindo (tudo lindo na verdade cofcof kkkkkkk), e sua personagem trata muito bem a mocinha, eles formam um belo casal, como já falei. A So Hyun acaba tendo química com geral dos boys com os quais atua, impressionante isso, uma autêntica fada kkkkkk.
Gostei muito da história e das outras personagens também. É um drama gostoso de assistir e leve, apesar do vilão um tanto atroz e tal (mas gosto disso também). Tem isso de fantasmas, mas não chega a dar medo não kkkkkk. A trama é dinâmica, não fica enrolando, tem ação e há um mistério a ser desvendado. Embora seja um drama relativamente leve, há várias cenas com suspense e tensão que não deixam a desejar. Achei que ficou faltando algo a ser explicado no final, mas não foi um final ruim. Com certeza recomendo, especialmente pra quem está querendo algo mais fofo e leve pra assistir.

Read More

Was this review helpful to you?
Completed
Because This is My First Life
0 people found this review helpful
Nov 28, 2019
16 of 16 episodes seen
Completed 0
Overall 9.5
Story 10
Acting/Cast 10
Music 10
Rewatch Value 8.5
Sem dúvidas algo inesperado. Achei fabuloso! O drama chega a ter até uma pegada feminista, de empoderamento e tal, e como não admirar isso numa série coreana, né? A tão patriarcal Coreia do Sul ainda tem costumes e coisas que a gente vê sendo problematizadas neste drama. Fala-se de casamento, filhos, relações com os pais, trabalho, projetos de vida, enfim... Impossível não se identificar com pelo menos uma das personagens, que são bem cativantes e construídas de um modo delicado, puro e realista.
Aliás, essa é uma boa palavra: realista. A gente nota o quanto os assuntos abordados são cotidianos e reais na nossa sociedade, e não senti nada forçado na trama. O romance não é surreal, mas puro e muito bacana de acompanhar, a gente torce pelo casal (pelos outros casais também), mas acima de tudo torcemos pela superação do mocinho e da mocinha, para que assim eles possam ver um futuro juntos sem impedimentos emocionais ou sociais. Enfim, eu teria bastante coisa pra dizer, mas vou apenas reforçar que o drama é super recomendável. É romântico, leve, realista, com personagens cativantes e cheio de importantes mensagens no decorrer dos capítulos. Pode parecer clichê em algumas partes, mas o desenvolvimento faz com que o drama fuja disso. Amo o ator que faz o Se Hee desde "I Really Really Like You" (outro drama inesquecível).
Bom, quem ainda estiver em dúvida, vá em frente.

Read More

Was this review helpful to you?
Completed
The Bride of Habaek
0 people found this review helpful
Nov 28, 2019
16 of 16 episodes seen
Completed 0
Overall 7.0
Story 8.0
Acting/Cast 6.5
Music 7.0
Rewatch Value 4.5
This review may contain spoilers
[Spoiler leve de pouca influência].
Sou apaixonada pela série em manhwa, Habaek, e o que aconselho é que esse drama seja assistido numa TOTAL neutralidade, sem quaisquer expectativas com relação ao original. É um spin off apenas.
Apesar disso, acho uma pena IMENSA não terem aproveitado de recursos que tinham em mãos através de uma trama tão linda que é o real Habaek. Honestamente, não achei que a escolha dos atores foi ruim, mas confesso que esperei mais das atuações, especialmente do mocinho. Falam muito da atriz protagonista, mas eu achei a atuação DELE bem mais árdua. Vamos lembrar que o Deus da Água não é robótico/travado, mas apenas rebelde/mimado e muito sedutor. Ele tem seu lado imaturo, mas é também imponente (contudo, sem parecer um cara travado e pateticamente formal).
Enfim, nem vou falar da So Ah porque as duas personagens (quadrinho e dorama) estão totalmente diferentes. Nem sei como compará-las. Porém, prefiro algo como isso do que uma tentativa horrível de ficar parecido com o original.
Mas o principal ponto de crítica é que, definitivamente, não acho nenhuma justificativa plausível pra terem ambientado este drama na nossa época atual. Queriam fazer algo diferente, talvez? Porque poderia ser tranquilamente um drama ambientado em algum período histórico qualquer, e ficaria bem mais interessante, a menos que um enredo ambientado na atualidade fosse MUITO BOM. Como foi fraco, a ambientação perde o sentido. Teria mais encanto e fantasia se fosse numa distopia ou período histórico.
E temos o Deus da Água como um completo inútil o drama todo. Porque, sério, isso dele perder os poderes foi bem ridículo. A gente fica na ansiedade pra ver um protagonista poderoso, arrasando, fazendo as artes e humilhando geral, pra isso só acontecer no fim do drama? Decepcionante. Ele podia muito bem ter os poderes normais, e no final ganhar uma soma extra deles, sei lá. Apesar de meio clichê, isso seria mais interessante do que vimos.
Porém, como não vou falar só dos pontos fracos, eu posso dizer que gostei muito da química entre o casal protagonista, eles combinam MUITO, achei lindos. Os casais secundários eu também gostei muito, especialmente Bi Ryun e a Moo Ra, eles foram bem shippáveis desde as primeiras aparições.
Outro ponto bacana são os ganchos. Fazia muito tempo que eu não via um drama com ganchos tão bem bolados. Sério, foram vários os capítulos que acabaram numa parte onde me vi obrigada a dar play no próximo. Bom, então se o drama foi fraco, ao menos ele magicamente é capaz de nos prender com ganchos ótimos. E de gancho em gancho, pausas pra pegar algo pra comer ou fuçar o celular, etc... Você consegue terminar de ver o drama sem tanto sofrimento.
Bom, é isso. Acho que ainda terei esperanças de que façam uma adaptação realmente de digna de Habaek um dia. Podia se ao estilo dos dramas épicos chineses, né? Ficaria lindo! Oremos.

Read More

Was this review helpful to you?
Completed
I'm Not a Robot
0 people found this review helpful
Nov 28, 2019
32 of 32 episodes seen
Completed 0
Overall 9.0
Story 9.5
Acting/Cast 9.5
Music 8.5
Rewatch Value 8.0
Foi uma delícia assistir esse drama! Nem tenho muito o que dizer, ele é fofo em vários sentidos e nos passa algumas mensagens que, apesar de sutis, são muito bonitas.
O casal é LINDO e tem muuuita química, a gente torce o tempo todo. Esse lance de outras personagens gostarem dos protagonistas e isso atrapalhar é uma coisa que quase nem existe, somos poupados desse clichê. Em vez disso vemos outros conflitos como a quebra da confiança, a capacidade de ver o outro lado, de ouvir, de perdoar, enfim... É muito bacana ver conflitos diferentes dos costumeiros.
Não é por nada que Yoo Seung Ho é um dos meus cinco k-actors preferidos. Eu tenho estado de olho nele tem um bom tempo, e acertei demais! A cada drama que vejo ele se supera na atuação, tem um carisma imenso e um dos sorrisos mais lindos que me recordo de ter visto. A gente se derrete com as cenas cutes entre ele e a Ji Ah/Aji 3.
Esta é uma atuação mais leve se comparada com Remember War of the Son, outro drama espetacular com o ator. Logicamente, já que este citado também possuí uma trama mais tensa e pesada. E é assim que notamos o quanto o Seung Ho é um ator versátil, super familiarizado com um drama forte, ou comédia, romance, cenas fofas, enfim, só me apaixonei mais ainda. Espero que daqui pra frente ele seja vários outros protagonistas.
Mas, voltando ao dorama, só tenho elogios. A trama é leve e envolvente, as outras personagens são cativantes, é fácil de assistir e difícil de desapegar kkkkkkk.
E GENTE, rola um beijo lindíssimo entre o casal principal, que meu Deus! Por mais beijos bem encenados assim em outros dramas, por favor, Coreia do Sul. Ai, deu vontade de beijar o Seung Ho, sério, bateu invejinha da atriz kkkkkkk. Por sinal, a bichinha arrasou no papel também, não tenho nada de ruim pra falar dela, é tão linda e fofa. Os dois juntos é uma overdose de fofura kkkkkk.
Achei maravilhoso e super recomendo, especialmente pra quem gosta do gênero.

Read More

Was this review helpful to you?
Completed
Snakes and Earrings
0 people found this review helpful
Nov 28, 2019
Completed 0
Overall 8.5
Story 9.0
Acting/Cast 9.0
Music 8.0
Rewatch Value 8.5
O que dizer desse filme? INTENSO! Faz um bom tempo que vi, mas acá estou!
É sensível, realista, envolvente, reflexivo, e de algum modo poético. Eu amo a atriz, Yuriko Yoshitaka, e pra variar a achei perfeita aqui! O filme é baseado num romance (livro) de mesmo nome, "Snakes and Earrings".
Bom, alguns podem não gostar desse filme, mas acredito que é preciso captar uma essência a mais para ser tragado por uma trama tão sensível e que está muito longe de ser um conto de fadas. Sério, não vejam se esperarem algo colorido e fofo porque não é nada disso.
Hebi ni Piasu conta a história de um triângulo amoroso nu e cru, mas de modo que te faz compreendê-lo. A trama romântica é envolvente, e eu diria que bastante sensual também. A escolha da atriz foi excelente. Mas eu me surpreendi muito também com a atuação densa do Arata. Você se sente estranhamente atraída por ele, e acaba se perguntando o porquê disso. É hilário! kkkkkkkkkkkk
O Kengo tem um papel de um punk que tem a língua bifurcada. Ele é intenso, pavio curto, mas acredite, muito fofo e carinhoso. Diverge um pouco do Shiba (papel do Arata), que é um tatuador com várias tatuagens e piercings estranhos, de temperamento calmo e misterioso, além de um adicto ao sadismo.
Enfim, a nossa protagonista tem a vida virada de ponta cabeça após conhecer os dois mais ou menos na mesma época.
É dramático e sensível, mas como disse, vi algo de muito poético nessa trama. Aquele significado caótico da vida, aquela moral da história que às vezes deixamos de conhecer, ou que acabamos conhecendo, mas ignorando.
Às vezes criamos algumas mentiras, vivemos utopias propositais, mascarando a realidade para que nós mesmos possamos viver. É triste, mas isso acontece, certo?
Fica portanto a recomendação de um filme que foge do senso comum.

Read More

Was this review helpful to you?
Completed
Moon Lovers: Scarlet Heart Ryeo
0 people found this review helpful
Nov 28, 2019
20 of 20 episodes seen
Completed 0
Overall 9.0
Story 10
Acting/Cast 10
Music 9.0
Rewatch Value 6.5
Eu realmente amei esse drama, e eu até gostaria de dar um 10. A única coisa que me impediu foi detalhes que me incomodaram no decorrer da trama, como por exemplo no que diz respeito à típica imaturidade das personagens (especialmente do protagonista).
Apesar de poucos pesares, a trama é encantadora e intensa (algo que eu adoro). O drama te prende demais e o romance é lindo.
Lee Jun Ki estava ótimo, acho que é o drama em que ele está mais bonito, está lindo e talentoso como sempre. Com certeza, um dos melhores k-actors em minha opinião.
Gostei da IU, e da personagem dela. Aparentemente, a personagem mais madura da trama, e mais sensata/equilibrada junto com o lindo do Baek Ah, que também é uma personagem que me agradou muito.
Personagens mulheres também deram um show em seus pesos na trama, elas me emocionaram muito, em especial a concubina Oh (foi a única vez que realmente acabei chorando no drama). A gisaeng Woo Hui (par do Baek Ah) também me emocionou muito. Sério, tivemos vários príncipes e reis nessa saga, mas as mulheres é que foram rainhas das cenas, mais fortes do que os grandes reis.
O final um pouco trágico e solitário, não me agradou muito, mas foi plausível.
Valeu muito a pena assistir essa trama que foi tão "shock" em diversos momentos. É intensa e maravilhosa.

Read More

Was this review helpful to you?
Completed
The Magician
0 people found this review helpful
Nov 28, 2019
Completed 0
Overall 8.5
Story 8.5
Acting/Cast 9.0
Music 8.0
Rewatch Value 7.5
Amei o filme! Eu vi mais porque amo o ator, um dos meus bias . Ele tem um sorriso maravilhoso, ninguém pode negar, mas enfim, não to aqui pra falar dele né kkkkkkkkk.
Também adoro a Go Ara, e ela se saiu muito bem como a princesa.
O filme se passa após a dinastia Joseon perder uma guerra civil contra a dinastia Qin. Como forma de respeito aos vitoriosos, o reino Joseon envia a filha do rei derrotado para se casar com o príncipe de Qin.
Uma caravana de soldados com um líder general é enviada levando a princesa para o palácio Qin. No entanto, no caminho ocorre uma forte tempestade, e todos da caravana são obrigados a fazerem uma pausa de alguns dias no bairro mais próximo, que é um bairro boêmio primórdio de Joseon (tipo esses bairros "luz vermelha" que tem gente de tudo quanto é tipo, com bordeis, bares, pontos de drogas, mendigos, hotéis, artistas e tudo mais).
Numa casa de espetáculos que tem lá sempre ocorre a apresentação de um mágico, provavelmente o artista mais popular do bairro. O mago a princípio é depressivo e cheio de dilemas (meio perturbado e boêmio), além de viver tentando fugir da influência das pessoas ao redor dele. Apesar disso ele se mantém animado e curte a vida como pode.
Numa noite em que a princesa tenta dar uma volta para conhecer o tal bairro festivo (coisa que ela nunca viu na vida), ocorre um incidente e ela é obrigada a fugir para a mata.
O mágico tomava um ar e refletia sozinho na beirada de um penhasco. A princesa acabou parando no mesmo lugar. A princípio sem notar a presença do mágico ali na área um tanto escura, ela para na beirada do penhasco e pensa em pular dali e acabar com sua triste vida de uma princesa que foi simplesmente vendida para outra dinastia, uma troca de barganha.
Mas nosso mágico a aborda antes da louca pular, claro.
Depois acontece uma cena bem hilária que não vou contar, mas é assim que tudo começa entre os protas.

Eu particularmente gostei muito da mensagem que o filme passa. Também do clima misterioso que nos faz pensar se a tal mágica é mesmo truque ou é de verdade (mas é justamente nesse dilema que entra a moral da história). De fato, achei incrível.
É fofo e romântico, sem melar muito. E como o próprio nome sugere, é mágico.

Read More

Was this review helpful to you?
Completed
Ploer Jai Hai Nai Pbeesard
0 people found this review helpful
Nov 28, 2019
17 of 17 episodes seen
Completed 0
Overall 8.0
Story 8.0
Acting/Cast 8.0
Music 7.5
Rewatch Value 9.0
Bom, não é meu primeiro lakorn, mas é o primeiro que eu realmente gostei suficiente pra dar mais nota e fazer um review.
Um dos pontos que mais me agradou nesse drama foi o entrosamento do casal principal. Há bastante química entre eles e cenas muito fofas direto. Mas sem forçar, são naturais. Achei isso muito interessante.
Não tem essa de um deles ser rico e poderoso, CEO, etc.. Esses clichês que já estamos cansados de ver né? Lance de riqueza e poder nem é muito citado, e o que entra em foco são as questões mais científicas, o sobrenatural e pans, mas de modo sutil e sem ficar chato, torna-se bem interessante na verdade.
O mocinho, Sora, não é estúpido, metido, imaturo, muito pelo contrário. Talvez por ter passado toda a vida isolado do mundo, ele age sempre bem honesto, por vezes ficando confuso com seus próprios sentimentos, mas a partir do momento que se dá conta do que sente (o que também não enrola muito pra acontecer) ele se mantém bastante leal. Sem contar que em nenhum momento ele trata a mocinha mal, como quase sempre acontece nos dramas num geral, especialmente lakorns. Ele pode até ser um pouco temperamental (o que eu gosto, porque personagem bobão não faz minha linha), ele é bem intenso e pavio curto inclusive, o que muitas vezes reflete nos poderes dele. No entanto, ele é amável, carismático e gentil. Um lindo!
A Pie também tem uma boa personalidade. É fofa, animada, super entrosada, tipo aquelas amigas do babado. Amei muito a relação dela com o best friend também, o Kirin. Sem essa de terceiro da oposição, eles são best friends mesmo. O Kirin é um idol que parece estúpido, mas é muito maduro na verdade, se bobear o mais maduro do núcleo de personagens. A outra moça, a Momoko, eu tive ondas de sentimentos a respeito dela, por vezes achando ela fofa, e por outras vezes odiando algumas atitudes, então não sei me posicionar muito bem a respeito dessa personagem. Há uma outra personagem masculina no núcleo, um cara bem idiota que tenta pegar a Pie até o fim, e nem convém falar, mas dei algumas risadas com ele.
O drama não enrola, e muitas coisas são naturalizadas como realmente é no nosso cotidiano. Assuntos como sexo, homossexualidade, etc. Gostei bastante disso .
Enfim, final um pouco nosense kkkkkkkk mas aceitável sim, e fofo depois.
Gostei muito de ter arriscado ver esse lakorn, o suficiente para recomendá-lo!

Read More

Was this review helpful to you?
Completed
Remember: War of the Son
0 people found this review helpful
Nov 28, 2019
20 of 20 episodes seen
Completed 0
Overall 9.0
Story 10
Acting/Cast 10
Music 9.0
Rewatch Value 7.5
Drama excelente! Super recomendável para quem gosta de dramas investigativos/policiais, embora o foco caminhe mais para uma "caçada judicial". Temos cenas nos tribunais, e cada cena nos transmite a emoção certa a ser passada, seja revolta, felicidade, o que for. O drama inclusive nos proporciona uma visão a mais sobre as leis e como elas são aplicadas, manipuladas e usadas. Tem essa dose de realismo, que é apenas uma amostra do que acontece de verdade no nosso mundo real.
A personagens são cativantes, atuações ótimas. Prepare-se para odiar bastante o vilão, mas até dar umas risadas com ele também.. kkkkkkk.
Romance não é o foco, mas cada cena mais romântica é super singela, bem interpretada e fofa. Você se derrete com o relacionamento do casal.
Há muito drama, porém. Uma das coisas que vi muitos falando é o fato justamente do sofrimento do protagonista não ter fim. Não achei isso algo negativo, muito pelo contrário, as coisas vão virando uma bola de neve, e muitas vezes os desfechos são imprevisíveis. Você fica ansioso e nervoso assistindo.
Com certeza o drama tem uma enorme capacidade de mexer com nossas emoções!
Final um pouco triste, mas lindo! Gostei do final e achei que passaram uma mensagem real e muito bonita.
Para os fãs do gênero, 100% recomendável.

Read More

Was this review helpful to you?